quarta-feira, 31 de julho de 2013

Dez vestido ícones da moda

Com milhões de vestidos passando pelo tapete vermelho ou eventos mundo a fora fica difícil pensar o que faz daquele em especial inesquecível. Será que é a história por trás, a celebridade que está usando ou o lugar em que ele apareceu? Muitos podem ser os motivos e para isso separamos 10 que marcaram a nossa memória.
Fotos: Divulgação e reprodução
1. No final dos anos 40, o estilista francês Christian Dior criou a silhueta do New Look para satisfazer as mulheres famintas por luxo no do pós-guerra. Cinturinha estreita, saia longa até o tornozelo levando muitas vezes 40 metros de tecido, o visual se tornou símbolo da mulher-flor e de uma nova e sofisticada feminilidade. Curiosidade: quem inventou o termo foi a editora Carmel Snow, da “Harper’s Bazaar”. Ao ver a novidade disse: “It’s a new look”. Veja como Raf Simons, atual diretor criativo da Dior, renovou o New Look.
2. Ícone do cinema e do estilo sexy Marylin Monroe até hoje serve de inspiração para muitas mulheres. A cena em que aparece com o vestido branco esvoaçante sobre a grade do metrô, é um clássico do cinema. Esse vestido se tornou sua marca registrada e dizem que para fazer a cena foi preciso que uma das assistentes emprestasse uma calcinha já que estrela não usava nenhuma.
Fotos: reprodução do site da marca
3. Quando olhamos para Audrey Hepburn no filme “Bonequinha de luxo” até achamos que foi dali que tiraram o termo “Little black dress” ou Pretinho básico. Na verdade a expressão  veio da Chanel, mas ainda assim o modelo, feito por Hubert de Givenchy,  e usado pela atriz no filme se tornou um marco no cinema e um ícone de sofisticação clássica.
4. Em 1965, o estilista Yves Saint Laurent fez um desfile com roupas em homenagem ao artista holandês Piet Mondrian. Com uma silhueta reta e retângulos coloridos de amarelo, branco, vermelho e azul, ele mostrou que moda e arte poderiam trabalhar juntas. O vestido virou símbolo da década de 60 e continua hoje em alta na febre das estampas gráficas e inspiradas em pinturas abstratas.
5. O “Wrap dress”, feito por Diane Von Furstenberg, fez 40 anos. E segundo a designer foi criado na hora certa e no lugar certo já que era justamente o que estava faltando na época. “Quando estamos vestidas com ele nos sentimos femininas e ao mesmo tempo fortes e independentes”, afirmou. Em 1976 Diane despachava de seu showroom 25.000 vestidos para abastecer à demanda das lojas em todo os Estados Unidos. Até Kate Middleton aderiu ao wrap, clique aqui e veja como.
Foitos AFP
6. Outro momento histórico foi o casamento da princesa Diana com o príncipe Charles. O vestido usado para a ocasião foi da estilista Elizabeth Emanuel. “A primeira coisa que vimos foi o rosto da futura princesa emoldurado por um tecido que parecia uma nuvem branca”, disseram os representantes do Design Museum de Londres no livro “50 vestidos que mudaram o mundo”. Esse modelo se tornou um dos mais copiados por mulheres do mundo todo nos anos 80.
7. O vestido usado por Kate Middleton no anúncio de seu noivado quase fez a grife Issa London entrar em colapso devido ao grande número de pedidos. Comandada na época pela brasileira Daniella Helayel, a marca,  não tinha uma grande estrutura de negócios e era praticamente dirigida por ela, estudantes e estagiários.
8. A excentricidade de Lady Gaga sempre foi grande, mas no Video Music Awards do ano de 2010 ela se superou. A cantora chegou na premiação usando vestido e botas feitos de carne crua. A criação do look foi do designer argentino Franc Fernandez e o styling de Nicola Formichetti. Hoje o vestido está exposto no Rock and Roll of Fame em Ohio e para isso foi secado e preservado com taxidermista.
Fotos: AFP
9. Michelle Obama usou um modelo vermelho de chiffon do estilista de Taiwan, mas residente em Nova York, Jason Wu. Essa aparição fez o designer passar de um talento emergente para uma marca de renome. Logo após as imagens, Wu twittou que estava em choque. Veja aqui os preferidos de Michelle.
10. No Oscar desse ano a grande vencedora foi a atriz Jennifer Lawrence, que ganhou o prêmio de melhor atriz. Ela estava usando um vestido Dior, marca da qual é embaixadora. Na hora de receber a homenagem Jennifer pisou no vestido, bastante volumoso, e caiu nas escadas em rede internacional. Tudo sem perder o charme e o rebolado.
E agora como traduzir alguns desses para o nosso glamour do dia-a-dia? Confira as sugestões:




Nenhum comentário:

Postar um comentário