quarta-feira, 31 de julho de 2013

O orgasmo como arte



O projeto Literatura histérica, ousado e legal do fotógrafo Clayton Cubitt,   leva mulheres ao ápice do orgasmo lendo seus livros favoritos enquanto embaixo da mesa quem desvia a atenção é um massageador feminino.
A ideia de Cubitt é mostrar a dualidade entre o corpo e a mente, mostrando a mulher no seu momento mais íntimo com ela mesma. Cubitt quis mostrar também o contraste entre a cultura e a sexualidade, uma vez que o orgasmo ainda é um tabu.
O resultado é uma experiência íntima que capta a beleza raramente encontrada na pornografia moderna.






Imagem: reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário