sexta-feira, 16 de agosto de 2013

A Beleza a vida e o sucesso de Mariana Xavier


Por Lisa Tondato

foto: Sérgio Baia


Mariana Xavier é atriz e estrelou  - Minha mãe é uma peça, o Filme -  onde interpreta Marcelina,filha de Dona Hermínia. Fez vários trabalhos no teatro ,cinema e TV. Além de uma linda mulher, é muito talentosa e simpática e falou pra gente um pouco de como é sua vida e carreira, confiram 

CaP Como  foi sua infância? 
  Mariana Fui criada no bairro do Grajaú, no Rio. Um tipo de infância que infelizmente não existe mais... ouvia Balão Mágico, pulava elástico na rua, pegava carona de ônibus com os amiguinhos pra ir pra escola. Fui uma criança muito comunicativa e inclinada às artes desde sempre! Fiz ballet, jazz e teatro desde cedo. Nunca fui de estudar muito, mas sempre tirei ótimas notas, e não era de aprontar.

CaP Você foi uma criança gordinha?
   Mariana Não. Virei gordinha aos 26 anos.

CaP Como foi na adolescência,na fase de paqueras e namorados?
   Mariana Apesar de muito expansiva eu sempre era a melhor amiga e não pegava ninguém! (Risos) Tive muitos amores (platônicos, inclusive!), mas fui a última das minhas amigas a beijar na boca! Retardatária. Mas era o meu tempo. 

CaP E na hora de decidir a profissão, você teve dúvidas ou já sabia que queria ser atriz?
   Mariana Desde os 9 anos de idade eu já fazia teatro e dizia que queria ser atriz, mas todo mundo falava que isso era sonho de criança, que era impossível viver dessa carreira, que eu tinha que ser filha de algum autor ou diretor... continuei fazendo teatro durante a adolescência, mas na hora de escolher uma faculdade cedi à pressão do mundo de fazer "algo normal" e prestei vestibular pra Publicidade. Passei e cursei durante um bom tempo, mas chegou uma hora em que não deu mais. O amor às artes cênicas falou mais alto e eu chutei o balde pra voltar aos palcos. Foi a melhor coisa que fiz na vida. Ninguém consegue ser muito bom numa coisa que não gosta de fazer. 


Minha mãe é uma peça, o filme


CaP A sua família te apoiou sempre?
   Mariana A minha família sempre achou que eu tinha talento, mas sempre se preocupou com a possibilidade de não dar certo, de eu não conseguir pagar as contas... eu entendo. Minha família é toda meio "careta" em termos de profissão... meu avô é aposentado do Banco do Brasil e ex-militar, sempre achou que era um desperdício eu "tão inteligente" não prestar um concurso público. Deus me livre!!! hahaha Hoje ele entende melhor e fica orgulhoso.



CaP Foi difícil o inicio da carreira?
  Mariana O início só não. É difícil sempre. A vida do ator é um eterno recomeço. Você fazer um trabalho bom, grande, não é garantia nenhuma de que vá pintar outro logo em seguida. Temos que fazer como as formiguinhas: juntar pro próximo inverno. Eu digo que o lema dessa profissão é "paciência e perseverança". Mas foi uma escolha consciente: aprendi a conviver com a instabilidade porque decidi trabalhar no que me faz feliz. É o preço.

CaP Conta pra gente qual foi seu primeiro trabalho na TV
  Mariana O primeiro primeiríssimo foi uma participação minúscula num especial de fim-de-ano da Globo chamado "Os Amadores". Minha fala era um "aham"! Hahaha O primeiro que gerou alguma repercussão foi na novela "Duas Caras", quando eu fiz uma das alunas de Pole Dance da Flavia Alessandra... na época foi um bafafá uma gordinha dançando no poste.

CaP  O filme é um sucesso, como sua vida está depois do filme?
  Mariana Nossa, é uma felicidade que não tem como descrever! É um sucesso arrebatador mesmo! Não há um lugar aonde eu vá que não tenha pelo menos uma pessoa comentando, pedindo foto, autógrafo: academia, supermercado, consultório médico... Pra mim ainda é muito novidade, então eu fico tímida, às vezes começo a rir de nervoso quando vejo que estão falando de mim... hahaha Mas é muito gostoso esse carinho!

CaP O que você acha das modelos plus size ,você já fotografou como modelo?
  Mariana Eu acho fantástico que esse mercado esteja se ampliando. Sempre achei estranho que só houvesse desfile com gente esquelética e com aquelas roupas que ninguém usa na rua. Acho importantíssimo dar esse espaço a mulheres mais reais, como as que a gente vê no nosso dia-a-dia. Eu desfilei na primeira edição do Fashion Weekend Plus Size, na época organizado pela Andrea Boschim e pela Renata Vaz, mas fotografar como modelo plus ainda não. Ia curtir!


CaP Você tem algum cuidado do dia a dia ,pele ,cabelo, exercícios físicos?
  Mariana Tenho hipotireoidismo, então tenho que fazer monitoramento constante. Faço exames de sangue regularmente, pratico atividade física, procuro ser saudável mesmo estando gordinha. Minha imagem é meu instrumento de trabalho, então procuro cuidar da pele, dos dentes, do cabelo... mas não faço nada de sobrenatural.

CaP Você já teve algum momento que achou que o peso atrapalhava algo na sua vida? manda um recado para as leitoras do blog 
   Mariana Claro!  A gente se sente insegura na hora de paquerar, porque por padrão a maioria dos caras acaba sempre olhando primeiro pras gostosonas...  Os papéis na TV também são sempre muito restritos: ou é a gordinha sexy, ou a gordinha estabanada. A dúvida entre ficar assim ou emagrecer aparece sempre... o importante é termos a consciência de que nada nessa vida precisa ser definitivo, que temos o direito e o poder de mudar se acharmos que isso ou aquilo nos fará mais feliz.

   Leitoras do Blog da Curve, obrigada pelo carinho! Cuidem-se, sintam-se lindas, dêem ao mundo o seu melhor, e a vida lhes dará o melhor dela também! E assistam a "Minha Mãe é Uma Peça - o Filme"! Um beijo grande!

Rapidinhas

Cor: Roxo
Filme: Grease - Nos tempos da brilhantina
Livro: O Evangelho Segundo o Espiritismo
Signo: Gêmeos com ascendente em Leão
Música: "Como Nossos Pais








Nenhum comentário:

Postar um comentário