sábado, 24 de agosto de 2013

Receita: Crème Brûlée

Crème Brûlée quer dizer “Creme queimado” em francês. Queimado porque você tem aquela casquinha incrível de açúcar queimado por cima, que você quebra com a colherinha como a Amélie do filme gosta tanto de fazer – assim como os franceses e todo o resto do mundo que adora crème brûlée (como eu). Tenho reparado que mais gente além de mim é maníaca por essa sobremesa tão simples e tão deliciosa, então resolvi vir aqui dar a receita pra vocês!
Lembrem-se: o princípio de uma sobremesa deliciosa é a qualidade dos ingredientes. Para uma sobremesa de ingredientes tão simples como esta, é mais do que fundamental usar ovos bem frescos, leite fresco e principalmente baunilha de verdade. Nada de extrato de supermercado!
O segredo do crème brûlée perfeito é o cozimento dele. Ele deve ser cozido no forno em banho-maria. Como é?
É isso mesmo. Você põe todos os potinhos com o creme cru em uma forma bem funda, põe no forno e enche de água até o nível atingir o topo do creme por fora. Assim:
O que vai acontecer é que com o tempo e a temperatura as gemas do creme vão cozinhar e coagular (lembram? expliquei esse processo no post sobre ovos da Série Ingredientes), e é isso que dá a consistência do creme. O açúcar também vai caramelar levemente, dando um pouco mais de cor. A água do banho-maria não deixa que o creme asse primeiro nas bordas e depois no centro, fazendo que o calor chegue em todo ele por igual.
A receita em si é simples:
Em tempo: existem receitas que dizem para você ligar o forno a 95ºC. Na minha experiência isso não faz a água do creme evaporar – e isso precisa acontecer – e por causa do açúcar as gemas acabam não se coagulando. Mas tudo depende do seu forno. Já precisei assar crèmes a 120ºC!

Nenhum comentário:

Postar um comentário