quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Lady Gaga: To gorda, e daí?

Mais uma vez, Lady Gaga virou alvo das línguas maldosas devido ao seu corpo. Dia desses li um relato que me deixou chocada. Num fórum feminista do qual faço parte uma menina novinha, com seus 14 ou 15 anos, contou que alguma revista para adolescentes escreveu bem assim: “Não tem nada pior para uma mulher do que engordar, e Lady Gaga engordou muito”. Porque é realmente isso o que alguém deve ensinar a uma garota… que a pior coisa que pode acontecer na vida inteira dela é: engordar. Como é que fica uma menina gordinha ao ler isso? E como é que fica uma magrinha ao ler isso? Ambas péssimas! Uma já tá “na merda”, segundo a publicação, e quanto à outra, é melhor que fique na salada mesmo, porque se ganhar um quilinho… bofe nenhum vai querer e muito menos as meninas bonitas. Afinal, ninguém quer ter amiga gorda e “relaxada”.
lady-gaga-instagram
Esse tipo de comentário me faz querer chorar, de verdade – como mulher, como jornalista e como futura mãe de uma menina. Mas comentários odiosos existem e vão continuar existindo, e pessoas babacas também. O que a gente tem de fazer para equilibrar essa situação é mostrar o outro lado. Mostrar, por exemplo, o que a Gaga diz quando a chamam de gorda. “O dia inteiro, todos os dias (me chamam de gorda). E daí se às vezes eu tenho barriga e às vezes não? Tem gente morrendo de fome no mundo inteiro #whocares”, respondeu a cantora a um seguidor no Twitter e depois ainda publicou uma foto de maiô no Instagram acompanhada da legenda: “#bodyrevolution Orgulhosa em qualquer tamanho, porque o interior é o que realmente conta. Além do mais, tudo está em como você posa! Poder perguntar as top models!”



É triste que para algumas pessoas não basta uma mulher ser talentosa, bem sucedida, bonita, filantropa e inteligente… se ela for gorda. Mas, ei, peso não define ninguém – tem muita gordinha mais ativa e esportista do que muitas magrinhas, por exemplo – assim como cor, gênero e orientação sexual. O que define alguém é o tanto de ódio e preconceito que essa pessoa tem pelo o outro, sacou?

Nenhum comentário:

Postar um comentário